Casal maduro.

Casal maduro.
Conheci este casal na internet, num chat de encontros. o primeiro contato foi com ele, tinha 57 anos, conversámos um pouco e mais tarde decidimos trocar o Skype para nos conhecermos melhor todos.
No primeiro dia só conversei com ele, trocamos todas as informações que pretendíamos, houve algum interesse e lá ligamos a camera, fiquei com mais interesse, era um homem bem parecido e tinha um pau grande e apetitoso. perguntei se realmente eram um casal porque no chat o nick indicava isso, ele respondeu que sim mas que naquele dia não iria conhece-la porque nao estava em casa.
Eram um casal bissexual, ele ativo e ela voyeur e com vontade de conhecer outros homens.
No outro dia voltamos a conversar, primeiro com ele e mais tarde lá a conheci na camera, sentou-se ao lado dele. Era uma mulher tambem com 57 anos, forte, não era bonita, de cabelo preto comprido, estava com pressa por isso perguntou e disse o que queria rápido, admitiu que gostou de mim, que gostava de ver o marido com outro homem e que gostava de caralho novo, assim sem mais nem menos !! ele ria-se e eu cheio de tesão concordava.
Os dois sozinhos combinamos um encontro em casa dele, nesse encontro estivemos á conversa vi umas fotos dela e acabamos em sexo, confirmei que era um bom caralho, mamei-o e acabei por levar tambem, no final ele disse-me que tinha adorado e que era a pessoa ideal para eles.
Combinamos o encontro um dia ao final da tarde, toquei a campainha, abriram a porta do prédio e quando cheguei ao apartamento ele já estava á porta, entrei e logo no hall conheci a mulher, realmente era uma mulher forte, gorda percebi logo que tinha umas mamas grandes e rabo tambem, como adoro mulheres assim fiquei cheio de tesão.
Fomos para a sala sentamo-nos, conversámos um pouco e a meio ela que sempre a notei bem atrevida pediu para me despir, sorri e acedi, levantei-me e despi-me ficando só de cuecas, estava com o pau teso e ela reparou e disse:
– estás cheio de tesão não estás ?
– estou, disse eu !
O marido nesse entretanto tambem se despiu um pouco, quando olhei para ele estava sentado e só de camisa com o pau á mostra, batia uma punheta e eu nem esperei muito mais, sente-me ao lado dele e comecei a mamar. Ela levantou-se e retirou um vestido longo que tinha, ficou em cuecas e soutien, veio para junto de nós e entre umas lambidelas no pau dele e no meu ficou a ver-me a mamar, as mamas dela estavam mesmo pertinho de mim, grandes e apetitosas, comecei a mexer nelas, ela aproximou-se tanto que tanto mamava no caralho dele bem como nas mamas.
– posso ver-te a ser comido pelo meu marido ? disse ela.
– podes !
Então ela puxou-me as pernas, esticou-as e fiquei de cu para cima, ao ponto de deixar de mamar, ela começou a passar a mao no rabo, enfiou os dedos no meu cu e de uma mesa mesmo ali ao lado agarrou num recipiente, era um óleo lubrificante, passou-mo pelo cu, meteu mais uns dedos e disse:
– estás pronto !
mais uma vez agarrou em mim, puxou as pernas para baixo do sofá e com a barriga em cima, fiquei com o cu todo aberto e espetado para cima ! ele levantou-se pôs-se atrás de mim de joelhos, olhei para trás e estavam os dois agarrados ao meu cu, ela colocou mais óleo e senti o pau dele no meu buraco a entrar, dei um grito, ele parou um pouco, ela perguntou se aguentava e eu disse que sim, empurrou mais uma vez e senti o caralho a entrar pelo meu cu !!
– Tá todo lá dentro !! disse ela.
Quando relaxei ele comeu-me bem ! ela incentivava-o, ele acedia e eu delirava !
Parámos um pouco, levantámo-nos todos e ela já toda despida agarrou na minha mão e fomos para um quarto, deitou-se na cama e nós os dois ficamos de pé, ela começa a masturbar-se, que cona tinha !! nem esperei, subi á cama e enfiei a minha cara nela ! que minete fiz !! fiquei com a cara toda molhada, até que ela agarra na minha cara, subi e meti o pau nela, ela agarrou-se a mim e comecei a fode-la com toda a força que tinha, ela puxava por mim até ela abrandar um pouco e dizer-me:
– vais ficar no meio de nós ! vais adorar !
Já me tinha esquecido dele ! olhei para trás, ele subiu para a cama, molha-me o cu com mais óleo, abre-me todo ! e ela toda excitada dizia:
– agora é que vais ser bem fodido !! vais delirar cabrão !
Enquanto a comia ele montou-se em cima de mim e meteu o pau no meu cu, fiquei entre eles, preso, á mercê deles, ela abraçou-me e ele agarrou no meu cu e começou a foder-me, gritava e gemia feito um doido ! fiquei uns momentos sem me mexer, ela de vez em quando metia os dedos na minha boca e pedia para os chupar, senti num momento que o meu caralho saltou fora dela, não queria que isso acontecesse, tentei voltar mas ele não me deixava de tanto me foder. Ela baixou uma mão e pôs-me o caralho dentro dela outra vez, olhei para ela e nesse momento vi ela sorrir de prazer, baixei a cabeça, aproximei-me do seu ouvido e disse baixinho:
– agora já não vai saltar mais e vou foder-te cabrona !
Agarrou-se mais a mim comecei a fode-la bem fundo, ele atras de mim fodia-me…o meu cu já não aguentava mais, tinha de fazer de maneira a faze-lo vir-se, assim fiz, saí de dentro dela empurrei-o com o meu cu até ficar de quatro, encostei-me a ele até entrar todo dentro, ele suspirou de desejo, e eu acabei por ficar perto da sua cona e comecei a lambe-la outra vez, estava toda encharcada ! não demorou uns 2 ou 3 minutos e ele acabou por se vir todo dentro de mim. Tirou o pau, retirou a camisa e veio para perto de nós e colocou o pau dentro da minha boca, já estava mole, ela voltou a meter o meu caralho nela e a ver-me a mamar pediu para me vir tambem, assim foi enquanto mamava, vim-me nela.
Que dia tive ! um casal bem tesudo, mesmo já depois de me ter vestido estava ela ainda deitada na cama toda aberta, fui-me despedir dela, dei-lhe um beijo na boca e ela pede-me para lhe chupar a cona, ele como estava no WC acedi e assim fiz, quentinha e toda molhada foi o que senti pela ultima vez antes de me vir embora.

Bir cevap yazın

E-posta hesabınız yayımlanmayacak. Gerekli alanlar * ile işaretlenmişlerdir