o Amor e o cuckolding

o Amor e o cuckolding
O Amor e o cuckolding

Algumas das dúvidas que podem ensombrar os seus pensamentos são “Como me pode amar o meu marido se não sente ciúmes em ver-me com outro homem, e até gosta ?!” ou “Como posso amar o meu marido e fazê-lo passar por tais humilhações ?” ou ainda “Como posso amar um homem e ter sexo com outro ?”

Desde que temos percepção do amor e do sexo que somos levados a acreditar que estes dois elementos fazem parte do mesmo pacote e que um não existe sem o outro. As regras sociais e morais dizem-nos que sexo sem amor é imoral, é feio e é pecado. Não é fácil, por isso, aceitar que se possa separar no “sagrado” casamento, o sexo e o amor. Esta é a base do desconforto e das dúvidas que pairam sobre o Cuckolding.

O facto é que o Cuckolding não poderia existir sem amor. Para que haja realização por parte do marido e da esposa os dois têm que se amar e ser cúmplices nesta aventura. É essa ligação que dá intensidade à relação. Não existe ausência de ciume, o que existe é ciume controlado, ciume saudavelmente convertido em desejo, paixão e tesão. É em consequência desse forte sentimento que o seu marido sente prazer em vê-la com outro homem, se não houvesse amor e sensação de pertença conjugal, seria banal e não lhe despertaria qualquer tipo de interesse. O cuckolding representa um estilo de vida agri-doce. É o contraste de sabores, o desafio dos limites, as incursões por terrenos proibidos e a contradição interior entre os sentimentos e os atos, que provocam momentos de indescritível excitação e intensidade.

Seja sincera consigo mesma, sente-se realizada sexualmente ? O seu marido dá-lhe o que precisa na cama ? Se ainda está a ler este manual é porque a resposta a estas perguntas é não. Tal como você, também o seu marido não se sente realizado sexualmente. Por muito amor que exista num casamento, se ignorar a parte sexual, estará a ignorar a felicidade. A sua e a do seu marido. Basta que um dos elementos do casal não se sinta completo e realizado para transmitir uma energia negativa causando frustração, desconforto e insegurança.

O cuckolding não lhe diz para deixar de amar o seu marido nem para o trocar por outro. Nem sequer lhe diz para o trair ou torna-lo infeliz. O objectivo do cuckolding é tornar a relação mais completa e gratificante para ambas as partes. É a solução para não deixar morrer o sexo no seu casamento. É por isso que a grande maioria dos casais que opta por este estilo de vida tem mais de 15 anos de casamento, idade suficiente para adquirir maturidade, confiança e segurança, mas também para começar sentir os efeitos negativos da rotina e da acomodação.

Seja genuína e verdadeira consigo e com o seu marido. Se sente prazer em humilha-lo, humilhe-o, se sente prazer em estar com outros homens, esteja. Assuma-se e permita ao seu marido assumir-se. A alternativa é uma vida falsa, frustrante, monótona e vazia. E nessa altura, quando o seu marido procurar sexo apenas em noites de lua cheia, terá razões para se perguntar “Será que ainda me ama ?”

Bir cevap yazın

E-posta hesabınız yayımlanmayacak. Gerekli alanlar * ile işaretlenmişlerdir