Fodi-a no hotel em Braga

Fodi-a no hotel em Braga
Fodi-a no hotel em Braga

Bem isso aconteceu a alguns meses atrás, conheci uma garota de 24 anos pela Internet, conversamos e tal’s e começamos a trocar nud’s e entre conversas no skype em vidio chamadas resolvemos marcar um dia para nos encontarmos.
Esse dia tinha de acontecer quando eu viaja-se para Braga e isso ate acontece de vez em quando o meu trabalho proporciona muitas viagens em Portugal e na europa
Ora eu em Lisboa e ela em Braga não é facil mas Isabel tinha a mesma vontade e desejo de se encontrar comigo como eu com ela de estarmos juntos e sentir o calor dos nossos corpos
Esse dia finalmente chegou, um dia em trabalho viajei para Braga nem de proposito a dormida era na cidade nao podia estar a correr melhor.
Disse-lhe o dia que ia viajar onde ia ficar a dormir e se ela tinha alguma coisa marcada para esse dia, disse -me que não mas se tive-se desmarcava que não ia perder a oportunidade de finalmente estarmos juntos.
Quando cheguei no hotel liguei para ela disse o numero do quarto ela disse-me as 21 h estou lá.
Fui jantar fui para o quarto tomei um banho enrolei uma toalha e quando estava a acabar de enrolar a toalha toca uma mensagem estou a porta do quarto, querido abre a porta, abro a porta e ali estava ela ao vivo e a cores.
Sem esperar mais tempo me jogou na cama, amarrou minhas mãos, sussurrou em meu ouvido
– hoje você é meu, vou te chupar bem gostoso hoje quero ser fodida e bem fodida quero sentir esse caralho bem dentro de mim.
Huuuummmm que maravilha isto prometia ela chegou com vontade de ser bem fodida eu vou satisfazer essa vontade dela.
Bateu na porta certa vamos passar do virtual a realidade viva.
Ela foi descendo beijando meu corpo, dando leves mordidas, até chegar lá, onde colocou sua boca. Bem quente e começou a chupar, lambia.
Fez-me uma boa mamada daquelas mesmo que sao mesmo bem feitas sentir aquela lingua aquela boca mamando que o meu caralho estava pulsando eu gemia de tanto prazer que aquela garota me estava a dar mas que puta de mamada mais gostosa um broche bem profissional.
Percebendo que tava próximo a vir-me, acelerou o movimento com a boca, fazendo com que eu explodi-se e meu leite jorrou em sua boca, enchi a boca dela de leite de caralho enfiado escorria pelos cantos da boca, depois disso foi minha vez.
Joguei ela na cama, tirei sua roupa, chupando aqueles enormes seios, apertando, mordendo bem de leve o mamilo, fazendo ela gemer bem gostoso, fui descendo até chegar em sua cona . Comecei a chupa-la, ela gemia, rebolava na minha cara, fui introduzindo um dedo, ela gemia mais ainda, e falava
– me fode, para de ser tão cruel comigo, mete seu caralho em mim.
Coloquei ela de costas pra min, fiquei lambendo sua buceta até seu cuzinho, ela gemia cada vez mais alto. Sussurrei em seu ouvido.
– quer sentir meu caralho em sua cona sua gulosa?
– mete essa caralho em mim, quero senti-lo entrando em minha cona quero sentir esse tamanho essa grossura entrar dentro de mim.
Meti nela sua cona ardia um calor imenso, no começo bem devagar, aos poucos acelerando e metendo mais fundo e forte, ela gemendo, pedindo mais.
Deitada de costas e montando aquela brasa de mulher fodi aquela cona que pareceia vulcao ardendo de tesao de pernas bem abertas eu montava que nem macho e aquelas belas tetas baloicavam a cada estocada que dava enquanto ela se acariciava enqanto eu ia fodendo.
Trocamos de posição, ela veio por cima, cavalgando bem rápido, num sobe desce frenético.
Aquela mulher estava se deliciando ela cavalgando ia-me dizendo estava a espera deste momento ha muito tempo finalmente estou-me a sentir realizada, seu caralho me satisfaz grande e grosso como ele enche minha cona que tesão.
Finalmente passamos do virtual para uma realidade onde nossos corpos podiam sentir o calor isto nao era virtual estava mesmo acontecendo.
Ela se colocou de lado enfiei meu caralho bem duro cheio de tesão naquela cona bem humida ela ia gemendo .
Pediu pra meter no cuzinho. Ficou de 4, meti sem dó, bem forte dando palmadas nas suas nadegas, ela gemia bem gostoso, seu cuzinho bem apertadinho recebeu o meu caralho bem grosso dava para ver aquele cu se abrindo a cada cm de caralho que entrava bem devagar fui metendo ela so falava mete todo quero ele todo dentro desse cu fode ele, ela se masturbava ao mesmo tempo que eu fodia aquele cuzinho apertado, avisando que iria gozar, gozou bem gostoso e pediu pra que eu gozasse de novo em sua boca, continuei fudendo seu cuzinho.
Tirei do seu cuzinho e meti de novo na cona gozada estava humida meti o meu caralho ate as bolas senti sua mão me acariciando as bolas e meu caralho fodi bem forte ela gemi e gritava mete esse caralho todo na minha cona quero ele todo dentro mete, mete todo eu fodia ate ja nao aguentar sem me vir até que anunciei vou-me vir querida, quero chupar esse caralho e quero sentir teu leite em minha boca, ela começou a chupar meu caralho, até beber todo meu leite em sua boca.

Depois disso, já nos encontramos outras vezes.
Cada viagem que faço a Braga repetimos sempre o mesmo ritual

Bir yanıt yazın

E-posta adresiniz yayınlanmayacak. Gerekli alanlar * ile işaretlenmişlerdir