Mais um cliente especial da Samar : Amarildo

Mais um cliente especial da Samar : Amarildo
Introdução

Já escrevi aqui neste um relato com encontros especiais com meus clientes, um quarteto que inclusive nunca esquecerei pois foram um dos melhores que já tive, podera acessar e ler esta história entrendo pelo meu perfil do Xhamster. Mas eles não foram os únicos que marcaram a minha carreira de travesti,pois outro cliente meu que também foi de alguma forma,muito importante para mim foi o Amarildo, pra quem não o conhece e estiver lendo este outro relato, este foi um diretor pedagogo da Escola Adventista de Ribeirão Preto que adorou seus serviços de acompanhantes e me avaliou tão bem que me homenageou criando sua versão de um refrão de uma música famosa do Tim Maia, mas antes vou contar quem foi ele: Amarildo, como já se sabe foi um diretor pedagogo de um escola religiosa e por ser uma pessoa que era ligada a educação e a uma instiuição religiosa que inclusive freqüentava uma igreja, todos pensavam a ser alguém respeitado e de boa reputação pelo menos a onde ele trabalhava mas mal sabe quem conhecia que ele tinha não só um como vários casos conjugais incluindo até com uma trava que nem eu, pois é por incrivel que pareça, uma traveca e um religioso nesta história teve um caso assim que ao menos eu não conheça outro similar a este mas enfim! Antes de me conhecer ele estava procurando ter vários tipos de relações e quando foi a vez de uma trava, ele procurou por uma até que ele me achou e me conheceu e depois do meu primeiro encontro com ele, o homem foi querendo cada vez mais me encontrar, além disso criando festiches comigo, um deles é de ter uma sessão em que eru ficava horas e horas introduzindo o meu filhotão (assim chamo o meu bilau) no brioco dele pois isso satisfazia não só ao Amarildo como a mim também e assim não só aprovando os meus serviços como também chegou até a criar como uma forma de me homenagear, um single que nada + era do que a versão de
do refrão da música Azul da cor do mar de Tim Maia criada por ele.

Como era a versão do refrão criada por Amarildo?
A seguinte versão da canção deste cantor famoso (no caso o Tim Maia) que ele me apresentou pela primeira vez em uma folha impressa que ele digitou,escreveu e também pegou na mão leu em voz alta em uma das sessões que ele teve comigo e o mesmo descreveu desta seguinte forma:

A Samar é um travesti
Um travecão enorme ela é lá
Tem o maior pintão que eu ja vi

Foi aí que eu notei que a relação minha com Amarildo pra ele era mais do que de um travesti e cliente, ele tava a fim dessa trava aqui! No intuito de querer uma aventura comigo. Mas por incrível que pareça, eu acabei pegando gosto pela versão dele e tanto é que praticamente fui a única que gostei e lembrando também que nunca um cliente havia feito isso por mim, nem mesmo aquele quarteto do meu outro relato que foram ainda mais marcantes porém talves eu teria superado esses melhor se eu tivesse mais encontros com ele, pois só não encontrei mais porque um dos casos conjugais dele acabou que por dar errado fazendo com que a coisa ficasse tão feia para o homem que inclusive foi acusado de pedofilia que fugiu para o norte do Brasil onde cometeu suícidio já ha muitos anos deste então acabei tendo mto mais contato com aqueles outros quatros clientes do outro relato. Mas agora fica esta história como também uma forma de homenagea-lo e que continue descansando em paz, RIP Amarildo!

Homenagem da Samar para Amarildo

Bir cevap yazın

E-posta hesabınız yayımlanmayacak. Gerekli alanlar * ile işaretlenmişlerdir