Massagem para esposa.

Massagem para esposa.
Sempre pensei nesta fantasia, quando a comento com minha esposa ela sempre fica muito molhadinha, ela adora uma massagem, mas inda não encontrei nenhum massagista que a agrada-se, espero que vocês curtam e comentem…

…a minha constante procura de situações que fujam à rotina do sexo no casamento, lembrei-me de uma massagem erótica. decidi falar no assunto à minha esposa que até achou algo interessante, mas quando mencionei que a ideia seria que houvesse massagens e carícias nas zonas mais intimas, imediatamente me fechou todas as “portas” e chamou-me de maluco.
passou algum tempo e várias outras situações fantasiadas por mim foram sendo rejeitadas por ela, no entanto, a questão da massagem sempre foi a que me causava mais excitação e resolvi contra atacar!!
procurei…procurei e achei um fulano de nome raul que fazia exactamente o tipo de serviço que eu pretendia, combinei com ele um encontro para o conhecer e falar na situação que gostava de criar. era um fulano bem apresentado, dentro da nossa faixa etária, com o curso de massagista e claro…fazia tudo o que lhe pedissem.
em conversa com ele, perguntei-lhe se tinha um espelho falso no gabinete de onde eu poderia ver tudo sem ser visto, mas a resposta foi negativa e o custo de um espelho desse tipo deveria ser muito elevado e ficamos por ali, saí um pouco desanimado mas continuei na procura de outras opções.
passados uns dias, liga-me o raul com uma fantástica novidade, tinha gostado da minha ideia do espelho falso e que tinha decidido investir nessa solução, até para cativar outros interessados como eu.
fiquei radiante, de imediato marquei a referida massagem e não foi difícil convencer a minha esposa para ir à massagem, uma massagem é um prato que ela adora! apenas não lhe disse qual era a sobremesa!!!
no dia combinado, chegámos ao gabinete do raul e estava tudo impecável, o gabinete bem decorado, cheio de aromas agradáveis, com uma temperatura que apetecia despir tudo (risos!!!) e claro, uma parede com o famoso espelho.
raul deu indicações à minha esposa de como deveria ficar ou seja, apenas de roupa interior e com uma toalha por cima e saiu comigo para me indicar a passagem para a falsa parede.
antes de entrarmos na falsa parede, disse-me que era muito importante que não emitisse nenhum barulho pois o vidro não isolava o som vindo lá de dentro.
quando entrámos estava lá uma cadeira para assistir a tudo bem sentadinho e claro já a minha esposa se estava a despir do outro lado. ficámos os dois a vê-la despir-se e fiquei logo excitado, a minha esposa estava ali a despir-se à nossa frente e outro fulano a vê-la!!
o raul fez-me sinal para ficar à vontade de que iria iniciar a massagem. sentei-me e fiquei a observar a cena…..
raul entra no gabinete e a minha esposa já estava deitada de peito para baixo. iniciou a dita massagem aplicando um óleo de massagem nas costas e foi iniciando uma conversa agradável começando logo por elogiar o belo corpo que ela tem.
era visível o prazer que ela sentia com a massagem e não estranhei quando aceitou que raul desatasse o soutien, pois estava impedir a correcta massagem nas costas. havia risos e dava para ver a descontracção que minha esposa já sentia com aquele homem estranho.
raul comentou que o gabinete estava muito quente e pediu autorização para ficar mais à vontade, minha esposa aceitou, mas pareceu ficar pouco à vontade com a situação, mas raul foi para fora da visão de minha esposa e tirou a t-shirt e os calções, ficando apenas de boxer justa. dava bem para ver a excitação de raul, seu pau já estava bem marcado nas boxers.
quando raul voltou para a zona visível pela minha esposa, minha esposa até levantou a cabeça dizendo….”epá…isso é foi ficar à vontade!!!…”, sorriu e baixou novamente a cabeça esperando a continuação da massagem.
raul subiu para cima da marquesa para forçar mais facilmente a massagem nas costas e começou a encostar suavemente o pau no rabo de minha esposa, deu para ver que os lábios de minha esposa de entreabriram mostrando que a excitação estava a tomar conta dela.
raul passou à fase seguinte, a massagem nas pernas foi feita de baixo para cima, sempre com conversa e muitos “risinhos”, quando raul chegou mais perto do rabo, pediu à minha esposa que abrisse um pouco as pernas para facilitar a massagens das virilhas. minha esposa deu mais um risinho e lá entreabriu as pernas um pouco. raul passou um bom tempo a massajar aquela zona mas nunca tocando na vagina, apenas o esticar e encolher da pele deveria estar a abrir e fechar a bela vagina que minha esposa tem. nesta altura já minha esposa estava entregue ao prazer, pois a respiração começava a acelerar e já fazia alguns movimentos a acompanhar a massagem.
raul foi sempre subindo e iniciou uma massagem bem no rabo e por vezes colocava a mãos por baixo da cueca. comentou que aquele acessório atrapalhava um pouco a massagem não deixando que esta fosse feita correctamente.
passaram mais uns instantes e raul avançou perguntando se por um acaso ela se importaria que ele retirasse a cueca.
pensei cá para mim…deves ter cá uma sorte!!
minha esposa nem disse nada, apenas acenou que sim. fiquei estupefacto com a reacção dela.
raul, pegou nas laterais da cueca e puxou-as suavemente pelas pernas de minha esposa que até levantou um pouco o rabo para facilitar a saída daquele acessório.
minha esposa estava ali toda nua a ser massajada por um estranho e eu estava em ponto de fogo.
raul continuou a massagem no rabo e nas virilhas e agora quando descia às virilhas, abria bem a vagina de minha esposa e tocava suavemente nos lábios.
comecei a reparar que minha esposa foi subindo o rabo e já o tinha bastante empinado, deixando uma visão fantástica a raul quando abria sua vagina.
numa das vezes que raul se afastou para ir buscar mais óleo de massagem, puxou as boxers para baixo e ficou todo nu também.
o pau dele era um pouco maior que o meu, talvez mais comprido e tanto ou quanto mais grosso.
raul subiu novamente para cima da marquesa para massajar as costas e voltou a roçar seu pau pelo rabo de minha esposa que sentiu imediatamente que não havia nada a separar as partes intimas dos dois.
para meu espanto, empinou ainda mais o rabo e raul foi avançando avançando até que a cabeça de seu pau já estava na entrada da vagina de minha esposa.
ele perguntou qualquer coisa ao ouvido de minha esposa, ao que ela acenou positivamente olhando de lado para ele.
raul forçou um pouco mais a entrada e o seu pau começou a desaparecer dentro da vagina de minha esposa.
meu deus, minha esposa estava a ser comida ali à minha frente e eu estava a adorar.
a cada penetração de raul, minha esposa arfava de prazer e excitação, ficaram naquela posição um bom bocado até que minha esposa, saiu de baixo dele e virou-se de frente.
raul foi de imediato para cima dela e iniciaram uns belos beijos com umas xupadelas de seios sempre com o pau de raul totalmente enfiado na vagina.
foram avançando e começaram a comer-se de lado (posição que tenho vindo a fazer com ela e que ela adora).
a minha visão era surreal, ver minha esposa virada para mim totalmente entregue a um estranho.
a situação continuou mais um pouco até que raul se veio e acabou a massagem.
não houve beijos após a relação, minha esposa vestiu-se e saiu do gabinete.
quando fui ao encontro dela, estava toda coradinha, perguntei-lhe se estava muito calor dentro da sala, respondeu-me que sim e riu-se.
enquanto vínhamos de carro para casa, minha esposa disse que se tinha passado algo lá dentro que ela me queria contar.
eu interrompi e disse que sabia exactamente o que se tinha passada e que inclusivé tinha visto tudo através do falso espelho.
olhámos um para o outro e era visível a mutua excitação.
voamos até casa e fomos imediatamente para a cama, fizemos sexo 3 vezes seguidas, coisa que já não acontecia há muitos anos.
a partir desse dia, a nossa relação amorosa ficou mais forte e somos melhores amantes do que nunca.

espero que tenham gostado do conto….e se alguem souber de algum massagista.

Bir cevap yazın

E-posta hesabınız yayımlanmayacak. Gerekli alanlar * ile işaretlenmişlerdir