História de família

História de família
Minha história, foi algo que nunca acreditei que pudesse acontecer, acredito que muitas das história e contos aqui podem ser assim, mais eu embora nos meus 24 anos (na época dessa história) já tinha curtido muita aventura (exemplo da outra que divulguei), quebrados muitos tabus e realizados alguns fetiches meus… eu nunca acreditei que pudesse rolar algo com alguém da minha família.
Eu tinha 24 anos e ainda era um punheteiro assíduo, sempre entrava em sites pornos, via vídeos e me masturbava todos os dias que não fazia sexo.
Meus vídeos mais buscados eram lésbicas, ou novinhas, mas via e tocava para quase todos os estilos (fetiches, hardcore, trans, etc).

Eu sempre fui calado entre minha família, na verdade depois de adulto até me afastei mais dela devido a excesso de fofocas, um falatório chato entre tios e tias. Mas como toda família grande assim com era a minha sempre tem primos e primas e na parte de prima tinha muitas, umas que mal conhecia, outras que falava quase sempre, tinha 3 primas em especifico bem mais próximas, Le, Liv e Chintia. As duas primeiras sempre pensava em como seria ficar com elas e coisas a mais, bati algumas pensando nas duas, eram morenas, cabelos lisos e corpos magrinhos com curvinhas Le era mais velha que eu e Liv 1 ano mais nova. A terceira que mencionei era quase minha vizinha a Chintia, era uma falsa loira, baixinha tinha 1,55m de altura no máximo e mais gordinha e grandes e fartos seios, mas que nunca vi com desejo, tinha 19 aninhos e cuidei dela algumas vezes por morar próximo, quase um irmão mais velho.
Mas como contei já não era mais chegado com quase ninguém da minha família e pouco falava com elas, e como minha vida muito mais ativa e com muito mais sexo, não tinha porque pensar nelas.

Porém numa noite estava buscando vídeos, buscava novinhas se exibindo, na busca deparo com o vídeo de uma novinha baixinha com peitos fartos se exibindo, era um vídeo até “básico” só mostrava ela balançando o peito que estavam com uns pregadores e rebolando de calcinha e com um adesivo tampando a boca, porém aquele vídeo era algo que nunca ia imaginar ver, era um vídeo da minha prima Chintia… eu fiquei boquiaberto mas com muito tesão, nunca imaginei ela daquele jeito, se fazendo de putinha para algum namorado f** , meu tesão foi tanto que logo toquei uma para minha priminha.
Com o vídeo na mente, eu mesmo afastado e quase sem contato com ela, não pude deixar de puxar assunto, mandei mensagem perguntando dos estudo, trabalho, namoro, família e aos poucos e em poucos dias fui aumentando as conversas, porém ela era muito chatinha, se achava a beça, um saco… acabei diminuindo um pouco interesse, mas como já tinha retornado a conversar, ela mesmo um dia me pediu uma carona para uma festa que iria ter, no caso eu também já iria pois era de um amigo que morava próximos a nós dois. Carona dada, estamos curtimos a festa, até que numa altura da noite, devia ser quase manhã ela já bem chapadinha, começamos conversar eu, ela e mais uma rodinha de amigos, assuntos de todos os gêneros até chegar em sexo, aí lá vem falar putaria aqui e ali, minha prima soltinha falando também até que num determinado momento ela me vem falar de garotas que fazem vídeos tocando ou mandam fotos nuas pelos cels, que elas são todas putas, que não valem nada, que só querem aparecer, etc… logo ela me vem falar disso, eu não aguentei e comecei a jogar lenha e cutucando, falando que duvidava que ela nunca tinha tirado uma fotinha e mandado, que ela estava sendo hipócrita, que se eu buscasse na net o nome dela e iria achar um videozinho quente dela rebolando com peitos presos, senti que ela abalou e irritou, logo começou a me chamar de punheteiro e etc… a noite terminou tensa e sei lá como ficou minha prima, só sei que comigo não queria falar mais.

Começa história…

Passados os dias até que um dia tive que ir na casa da minha tia, mãe da Chintia… chegando lá só estava minha prima menos favorita, dei boa tarde, perguntei sobre meus tios e falei que ia buscar uns documentos lá. Ela falou que eles não estavam e que voltasse outra hora, antes que eu fosse embora a minha prima me chama e começa a me perguntar sobre aquela noite na festa, porque eu tinha falado aquilo dela e tal, eu disfarcei e falei que era da boca para fora para provocar, porém vi que ela começou se abrir bem abalada que o safado do antigo namorado dela tinha sacaneado ela, falava que iria postar vídeos dela que ela mandou para ele, devido eles brigarem muito e por muitos motivos, assim ela começou a me contar tudo sobre o vídeo dela (eu tinha guardado embora ela não soubesse), assunto vai e vem, sei lá porque cargas d’águas eu acabei me abrindo também, falando que sabia e que tinha acabado vendo sim um vídeo dela, mas que ela não precisava se preocupar que dificilmente alguém da família ou próximo veria, falei que eu mesmo já havia feitos minhas besterias e enviado vídeos e fotos para os outros. Depois de uma conversa mais longa fui para casa e iria retornar mais tarde.

No mesmo dia só que ao anoitecer, voltei e mais uma vez apenas Chintia estava, com carinha de sono e de pijama apertadinho, os seios quase saiam, por um momento tesão veio todo e meu pau mexeu… ela falou que ainda estava sozinha e agradeceu a conversa mais cedo, me beijou na bochecha e quase num sussurro disse, primo você me falou que viu meu videozinho e que já fez a mesma loucura então para ficarmos empatados quero ver o seu. Aquelas palavras me deixaram duro, do pé a cabeça e meu pau reagiu igualzinho e ela notou na hora. Sabia que minha priminha era safada, mas não assim… e logo ela notando meu pau duro, falou para esquecer o vídeo que ela iria querer ver pessoalmente eu me tocando e sem roupa ali mesmo. Falei que era loucura e que alguém podia chegar, ela respondeu dizendo que era mais gostoso o risco… e com certeza era. Então não podia recusar o pedido que minha priminha fez e assim fui ao encontro dela para tirar a sua roupa, mas ela deu dois passos atrás e falou, o combinado era você se masturbar não avançar que nem tarado em mim, eu xinguei, mas concordei, estávamos na sala e fui tirando a roupa, fiquei totalmente nu e com pau duro que ela estava vendo, ela sentou num outro sofá mais distante e colocou as mãos por dentro da roupa, uma nos seios gigantes dela e outra lá embaixo. Logo ela falou toca para mim esse pauzão gostoso que eu quero ver você tocando. Eu fiz conforme a safadinha pediu, sentei também noutro sofá e com as pernas abertas comecei a tocar devagar e ia acelerando, gemia conforme ela pedia. Ela ia pedindo para falar sacanagens enquanto tocava para ela e eu fazia… até que ela levantou e falou agora estamos empatados mas vamos sair disso, a safada começou a tirar o pijama e ficou nua se tocando eu levantei também e fui na sua direção, dessa vez cheguei sem recusas dela e a agarrei pelo pescoço e dei um beijo naquela boquinha, fiquei beijando ela por um tempo, estava gostoso demais a minha prima, enquanto beijávamos ela começou a tocar meu pau e eu acariciava seu corpo indo por todas as partes que conseguia tocar, depois fui aos seios e me farturei, gigantes, meios moles mas gostosos, tinha uma bico escurinho e pontudo, era bem avantajado aqueles biquinhos, chupei, engoli, fiz um passeio com a língua naqueles peitões. Até que ela se sentou no sofá e eu me abaixei em frente as suas pernas abrindo-as e colocando sobre meus ombros, ela pediu para eu chupar ela toda, até ela não aguentar e que depois disso ela iria sentar na minha rola e fuder gostoso, eu fui chupar sua bucetinha, carnuda e peludinha, ela prendia minha cabeça entra as pernas até quase eu sufocar, eu chupava forte seu grelho, enfiava a língua enquanto apertava seus seios e ela estava gemendo alto, até me preocupei no inicio de alguém ouvir. Quando ela queria que eu parasse um pouco de chupar me puxava pelos cabelos para trás, num dessas puxadas peguei seu pezinho e vim com ele no meu rosto, para lamber e chupar entre seus dedinhos, com isso ela tremeu, percebendo que ela gostou eu comecei a chupar e engolir o que dava dos pés enquanto e nessa altura minhas mãos já estavam tocando a bucetinha e logo começava a colocar os dedos dentro dela, senti ela tremer forte e minha mão molhar mais , ela gozou e a safadinha gozava muito. eu chupei meus dedos e fui beber um pouquinho da goza dela. Chupei um pouquinho e pedi para ela ficar de 4 para minha prima falou que ficaria, mas antes queria sentar em mim, então eu fiquei no sofá e ela veio sentar de costas para mim, ela começou apenas descendo por meu pau com sua buceta, mas de tão molhada fui rápido a descida e assim ela começou sentar e aumentar velocidade, eu já explodindo de tesão quase gozando, falei que gozaria, ela então saiu da posição se virou e falou para eu esperar um pouco, e sentou dessa vez de frente para mim, mexendo devagar enquanto nos beijávamos e ela começou me arranhar e forte, percebi que ela estava me marcando e eu também comecei a dar tapas fortes naquela bunda e para mim surpresa ela pedia mais forte e também pediu tapas nos seios, dei uns tapas que a deixaram vermelinha e com os movimentos mais devagar consegui segurar mais tempo o gozo dentro do meu saco.
Minha priminha ao se levantar e sair da posição que estávamos, falou agora mete em mim de 4 como você pediu mas quero no meu cuzinho, eu sorri e atendi o desejo, ela se posicionou e eu antes de ir colocar, usei minha língua para deixar o cuzinho bem molhadinho e logico eu curtir aquele cuzinho escurinho e apetitoso e muito gostoso, demorei um tempo saboreando, bom tempo. Após as linguadas fui ajeitando meu pau naquele cu, fui colocando, ela gemia enquanto eu empurrava, em alguns segundos minha cabeça entrou e ela pediu para enfiar, a medida que ia empurrando ela ia gemendo mais alto até que foi mais que a metade do meu pau e eu comecei a voltar e empurrar, voltei e empurrei, ela gemia alto e eu também porque meu pau estava muito duro e já doía bastante devido a fricção com o cuzinho apertado dela. Eu comecei a empurrar mais rápido e fundo… até que meu jato de gozo saiu… apertei forte a bunda dela e coloquei tudo que dava, fazendo ela soltar um grito… depois caímos deitados pelo sofá, nos beijamos um pouco… e descasamos.
Não muito tempo passou, tivemos que levantar e tirar a capa do sofá e passar algo que disfarce o cheiro no ambiente. Aproveitamos e tomamos um banho juntos, onde pude lavar minha priminha e chupar ela mais uma vez e também ser chupado o que ela não fez na sala, dessa vez gozei quase nada, mas direto nos peitões dela…
Assim que terminamos o banho (eu estava com roupa e ela se trocando), chegou meus tios… disfarçamos como se nada tivesse ocorrido e peguei sai de lá sem pegar o que tinha ido pegar…
Me lembro porque tive que voltar outro dia para buscar os documentos mas dessa vez iria pegar direto com minha prima qualquer coisa, sempre que podia fazia visitas a ela… assim eu e minha priminha viramos por um tempinho os “amantes” um do outro…

Bir cevap yazın

E-posta hesabınız yayımlanmayacak. Gerekli alanlar * ile işaretlenmişlerdir